• Leitura e surdez

Leitura e surdez

Um estudo com adultos não oralizados

  • Autor: Elizabeth Oliveira C. de Almeida
  • Editora: REVINTER
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$55,00
  • R$35,00


Este trabalho teve como preocupação verificar, apontar e discutir situações que demonstram a organização interpretativa de textos por parte de surdos adultos não oralizados.

Uma vez que são poucos os estudos envolvendo sujeitos adultos não oralizados em nossa sociedade, pretende-se acrescentar alguns elementos para o conhecimento desta problemática tanto do ponto de vista da semiótica quanto em relação a aspectos educacionais.

Para tanto, o estudo focaliza leitura-escrita, reconto compreensivo, conversa espontânea e depoimento acerca da língua de sinais por parte de dois adultos surdos, João e José, que estiveram durante toda a vida envolvidos com a língua de sinais, e também de Maria, que é surda oralizada e conhece as línguas oral, escrita e de sinais, atuando como intérprete, transcrevendo e traduzindo as manifestações ocorridas em língua de sinais.

Os resultados obtidos evidenciaram que o desempenho em leitura por parte destes surdos não oralizados não foi compatível com seu grau de escolaridade (4ª série do ensino fundamental), além do pouco domínio tanto da língua de sinais como do português. A análise desses resultados levou à conclusão de que a pobreza do vocabulário e a precariedade da alfabetização ocorrem devido ao ambiente linguístico (interlocutores não privilegiados em Libras) em que estavam inseridos, que não lhes possibilitou avançar em termo de simbolização, de acordo com uma perspectiva semiótica peirceana.

É enfatizada a necessidade de desenvolvimento de metodologias de ensino de acordo com as necessidades do aprendiz, levando-se em consideração que a primeira língua do surdo é a língua de sinais, no nosso caso, a Libras, e que o português deve ser aprendido como uma segunda língua, que lhe permitirá ter acesso ao universo informacional escrito.

Para que isto possa ocorrer faz-se necessário a disseminação da Libras através de projetos realizados em parcerias com a FENEI e universidades, com o apoio do governo e da mídia, de modo a garantir o conhecimento desta língua tanto por parte do surdo como de sua família e dos ouvintes em geral.


Sumário:

Apresentação

Prefácio da Segunda Edição

Prefácio da Primeira Edição

Resumo

Introdução

Capítulo 1 - Surdez e Língua de Sinais

Capítulo 2 - Leitura e Surdez: Revendo pesquisas contemporâneas

Capítulo 3 - João, José e Maria

João
José
O Contexto de Alfabetização de João e José
Maria
A Escolha de João, José e Maria

Capítulo 4 - Como os dados foram obtidos e registrados

Capítulo 5 - Resultados obtidos a partir de leitura - Escrita e entrevistas de surdos que usam a língua de sinais

As atividades de leitura, escrita e reconto compreensivo
Leitura realizada de surdo para surdo
Entrevista com Maria, João e José sobre as leituras realizadas
Depoimentos de Maria sobre a língua de sinais - Um caminho de respostas possíveis
Entrevista com Maria, João e José - Violência física e violência simbólica

Capítulo 6 - A busca de uma compreensão semiótica peirceana no dizer dos surdos

Um ponto mais de Análise Semiótica - Piada de José

Considerações finais

Bibliografia

Índice remissivo


Detalhes do Produto

Título Leitura e surdez
Subtítulo Um estudo com adultos não oralizados
Autor Elizabeth Oliveira C. de Almeida
Edição / Ano 2/2012
ISBN 9788537204191
Dimesões 16X23
Número de Páginas 114
Capa BROCHURA

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Etiquetas: Elizabeth Oliveira C. de Almeida